A superinteligência artificial: avanço ou ameaça?

Em março de 2023, mais de 1000 especialistas na matéria firmaram uma carta aberta solicitando aos laboratórios de IA uma pausa no desenvolvimento de sistemas de inteligência artificial mais avançados que o GPT-4 pelas implicações que poderiam ter nas atividades humanas. Al parece sem muito sucesso.

A inteligência artificial continuou evoluindo rapidamente nos últimos meses, e alguns entendidos como Demis Hassabis consideraram que em poucos anos poderíamos desenvolver cérebros eletrônicos com inteligência semelhante à dos humanos. Se fala a respeito de uma inteligência artificial Forte ou inteligência artificial geral (AGI, por suas siglas em inglês) com as mesmas capacidades de compreensão e comunicação que os seres humanos. Mas aqui, a aparição dos cérebros superinteligentes foi um único passo.

O que é a superinteligência artificial

A superinteligência se referiu a uma inteligência artificial hipotética que superaria com o crescimento da inteligência humana em praticamente todos os campos de conhecimento. Isso incluía capacidades como velocidade de processamento, memória, aprendizagem, linguagem, resolução de problemas, criatividade, entre muitas outras. Em essência, seria uma mente artificial do mais alto nível possível, com autonomia para tomar decisões próprias, incluindo a capacidade de melhorar até mesmo.

Alguns pesquisadores acreditam que a superinteligência artificial (ASI, por suas siglas em inglês) poderia alcançar este século graças ao alto nível de escalabilidade que representa os ingredientes fundamentais da inteligência artificial, como as redes neuronais profundas, o aprendizado de máquina e a computação na nuvem . Este supercerebro artificial conduziu nossa civilização por caminhos difíceis de prever.

Por um lado, um ASI de caráter benéfico poderia ajudar a humanidade a resolver problemas como a mudança climática, a febre ou as enfermidades. Mas também existe o medo de que seja impossível controlar uma inteligência milhas de vezes superior e que escape de nossa compreensão. Não faltam os avisos de consequências catastróficas se os objetivos da ASI não estiverem alinhados com os interesses humanos.

A superinteligência artificial é provavelmente o conceito tecnológico com mais incógnitas e desafíos éticos. Mas é um debate que deve permanecer aberto. A supervisão próxima deste campo é a melhor estratégia para garantir o desenvolvimento de uma IA segura e benéfica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima