Como evitar que sua Smart TV se torne obsoleta

A obsolescência planejada é uma estratégia usada pelos fabricantes para reduzir deliberadamente a vida útil de um item de consumo, mantendo assim a demanda pelo mesmo produto.

Várias caixas de TV, como Fire TV, Mi Box S, Chromecast, na frente de uma TV

Já no caso das smart TVs, percebe-se que sua vida útil é ainda menor do que a de artigos com tecnologia semelhante. Muitos modelos estão desatualizados no tempo apenas quatro ou cinco anos após seu lançamento no mercado, seja pela falta de atualizações para seu sistema operacional ou pelo fim do suporte de sua plataforma de aplicativos, que os impede de acessar serviços de streaming (áudio e vídeo) de aparição recente, por exemplo Disney Plus.

Porém, este tipo de inconveniente tem solução de baixo custo, se comparado à aquisição de uma nova tela. Trata-se de usar dispositivos set-top box ou dongles, que quando conectados à televisão por meio de sua entrada HDMI podem ser conectados à Internet e configurados para receber o sinal das plataformas de streaming mais importantes. Em muitos casos, eles são controlados por um controle remoto, mas também é possível fazê-lo usando um smartphone ou tablet. Entre esses aparelhos estão o Chromecast, Fire TV, Mi Box S e Roku, muito populares nos EUA, Europa e América Latina. Aqui está um breve resumo com suas principais características.

Chromecast

Este dispositivo sem fios fabricado pela Google já possui várias versões desde o seu lançamento em 2013. O seu funcionamento é muito intuitivo, uma vez que o utilizador transmite o sinal para a TV onde está ligado a partir do seu smartphone (iOS e Android) ou do navegador Chrome instalado no seu computador. É compatível com Netflix, Disney Plus, YouTube, Spotify e a grande maioria dos aplicativos existentes no mercado de streaming, bem como aplicativos de IPTV, aplicativos de fotos e muito mais.

Possui ainda a função de espelhamento de tela de um smartphone, nativo do sistema Android e por meio de aplicativos para iOS. É comercializado nas principais lojas de departamento e também pela Amazon com um preço base de cerca de 40 dólares americanos.

Veja: Como instalar e configurar o Chromecast Ultra na sua TV

Amazon Fire TV

Existem várias versões deste aparelho fabricadas pela Amazon: Fire TV Stick, Fire TV Stick 4K, Fire TV Cube, entre outras, mas todas funcionam da mesma forma. Ele se conecta à TV por meio de sua entrada HDMI e recebe a transmissão por meio de um controle remoto compatível com Alexa. Possui sistema operacional próprio, mas o fato de ser baseado em Android garante compatibilidade com todos os aplicativos disponíveis para esta plataforma.

Além disso, ele tem sua própria loja de aplicativos gerenciada pela Amazon, o que também garante que você receba atualizações de software frequentes. Quanto ao hardware, sua versão mais básica possui 8GB de memória interna e 2 GB de RAM, embora seja possível encontrar modelos com 16 GB de espaço e alto-falantes embutidos compatíveis com Alexa.

Veja: Como funciona a Amazon Fire TV

Xiaomi Mi Box S

Produzido pela empresa chinesa Xiaomi, o Mi Box S é um dispositivo wireless baseado no sistema Android TV, mas no qual a tecnologia Chromecast também foi integrada. Esses recursos permitem que ele tenha uma vantagem sobre os dois produtos citados acima, pois além de poder reproduzir o conteúdo dos aplicativos instalados em sua memória interna, isso pode ser feito através de um smartphone ou tablet. Ele aceita controle de voz de seu próprio controle remoto e oferece suporte a controladores Bluetooth externos, como o controlador de console PS4.

Consulte: Instalar Google Play Store em uma TV com Xiaomi Mi Box S

Roku

Roku Premiere, Roku Streaming Stick Plus e Roku Express e Roku Express 4K são alguns dos modelos disponíveis deste dispositivo de streaming muito popular na América do Norte. Ele funciona sob o conceito de canais de vídeo que são equivalentes aos aplicativos de streaming de filmes que são vistos no Chromecast, Fire TV ou Mi Box S. Nos canais Roku, uma grande quantidade de televisão ao vivo gratuita está incluída e também serviços de assinatura como Netflix, Amazon Vídeo Prime, entre outros.

Além disso, graças à sua loja de aplicativos conhecida como Roku Channel Store, os usuários do Roku podem baixar e adicionar os canais de sua escolha. Suas últimas versões já incluem suporte para AirPlay, o que lhes permite receber conteúdo do
Dispositivos Apple.

Site oficial

Veja também:

 218 total views,  4 views today

Compartilhe este post em suas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima